Os 10 mandamentos para administrar conflitos com efetividade

O que é CONFLITO para você?

 

O conflito é uma situação que envolve um problema, uma dificuldade e pode resultar posteriormente em confrontos, geralmente entre duas partes ou mais, cujos interesses, valores e pensamentos observam posições absolutamente diferentes e opostas uma da outra.

 


Um conflito pode provocar a troca de opiniões entre duas pessoas que apresentam interesses opostos dentro de uma situação, evoluindo para uma resolução do caso ou no pior das hipóteses provocando uma luta armada, algo já visto ultimamente em países que não conseguem resolver seus conflitos antigos.
Muitas vezes o conflito também pode ser INDIVIDUAL, consigo mesmo, e nos sentimos incômodos de lidar com ele… Na verdade, na maioria das vezes, nem sabemos identificar esse sentimento, mas a situação nos coloca em uma posição de decidir entre duas visões opostas.

Entramos em choque de princípios e leis que são antagônicas em um verdadeiro confronto EXTERNO e INTERNO.

 

Você sabe a diferença entre EFICIÊNCIA, EFICÁCIA E EFETIVIDADE?

 

Eficiência é a qualidade daquilo ou de quem é competente, que realiza de maneira correta as suas funções.

 

Eficácia é a qualidade daquilo que cumpre com as metas planejadas, ou seja, uma característica pertencente as pessoas que alcançam os resultados esperados.

 

EFETIVIDADE é a característica, particularidade ou estado do que é efetivo, ou seja, o que é real, verdadeiro e legítimo. Pode ser também a consequência ou o efeito daquilo que é real; a realidade ou a existência.

A nossa definição de EFETIVIDADE é a união harmoniosa das nossas habilidades, competências, virtudes, talentos, princípios e valores, com a nossa SABEDORIA… O nosso conhecimento natural de sermos efetivos da forma mais ampla que pode existir, em todas as áreas da nossa vida.

 

 

Quem GANHA e quem PERDE em uma situação de conflito?

 

http://www.insightbrasil.com/wp-content/uploads/2017/05/69-insight.png

 

Dependendo da forma como a situação for conduzida, todos podem PERDER, mas também, todos podem GANHAR. Na verdade, existe uma crise estabelecida, com uma informação muito clara… Algo precisa MUDAR!

Se a situação for conduzida com efetividade, onde todas as partes envolvidas podem colocar seus pontos de vistas, serem escutadas de forma empática, e juntos conciliarem uma melhor solução, você vai se surpreender com o resultado.

 

Dado que os conflitos são naturais, podemos deduzir que eles contêm dádivas preciosas. Um conflito saudavelmente expresso clareia o ar, alivia a tensão, e nos ajuda a seguir em frente, a sair em busca de novos recursos e a construir com mais solidez relacionamentos inclusive. Uma árvore açoitada pelo vento cria raízes e galhos mais fortes (mas atenção, vento demais pode tolher o desenvolvimento da árvore e fazer a fruta cair antes de amadurecer).

 

Por serem em geral desconfortáveis, os conflitos nos obrigam a aprender e crescer. Muitas descobertas súbitas e avanços científicos importantes resultaram de conflitos internacionais. No plano pessoa, os conflitos nos impelem a procurar dentro de nós recursos extras e novos estímulos e aptidões. Nos relacionamentos, os conflitos podem ser sinais muitos positivos, no mínimo por fazerem com que o outro se sinta confortável, seguro e fortalecido o bastante para expressar livremente!

 

Os conflitos são inevitáveis em nossas vidas, e sabermos como lidar com cada situação de forma efetiva, torna-se um diferencial nas nossas relações profissionais, pessoais, sociais, familiar e relacionamentos.

 

E que tal aprender a desenvolver sua habilidade em administrar qualquer conflito na sua vida com mais efetividade?

 

Que tal se tornar um diferencial no seu trabalho e relacionamentos, sendo um grande mediador de cada situação?

 

Tudo isso é possível! Basta você colocar o foco na administração neutra e efetiva de qualquer discórdia!

OS 10 MANDAMENTOS DO MEDIADOR EFETIVO

 

http://www.insightbrasil.com/wp-content/uploads/2017/05/efetivo.png

 

  1. ESCUTA ABERTA – Apesar de ser óbvio há necessidade de trazer consciência sobre a diferença entre ouvir e escutar. Quando temos uma audição saudável, somos capazes de ouvir qualquer ruído à nossa volta, mas a ESCUTA é bem diferente de ouvir apenas os ruídos de qualquer som que é emitido. Escutar é estar consciente e presente do que se está ouvindo do outro…. É dar uma verdadeira, honesta e profunda atenção ao que o outro quer comunicar…. É dar um significado ao que é importante para o outro, e dessa forma abrirmos o nosso canal de compreensão ampla. Esteja aberto a uma ESCUTA consciente e presente!

 

 

  1. CLAREZA NA COMUNICAÇÃO – Um dos fatores mais presentes em um conflito é a falta de clareza nos pontos em discussão e no que realmente você quer comunicar. O óbvio precisa ser dito e esclarecido entre todas as partes. Não existe mensagens subliminares e subentendidas. Expresse com clareza seus sentimentos, observações e pontos que estão em questão. Seja direto e transparente com todos os pontos que são importantes para você!

 

 

  1. RESPEITO – Demonstrar consideração por uma pessoa ou situação é colocar em prática a sua forma honrosa e respeitosa de escutar o outro lado. Ser rude é considerado uma falta de respeito (desrespeito), enquanto que ações que honram a alguém e alguma coisa são consideradas RESPEITO. Não podemos confundir respeito com tolerância, porque tolerância não quer dizer necessariamente um sentimento positivo. A palavra respeito vem do latim respectus, particípio passado de respicere, “olhar outra vez”, de re-, “de novo”, mais specere, “olhar”. A ideia é que algo merece um segundo olhar, e tem qualidades que levam a uma atitude de consideração e reverência. Debater o assunto por outra ótica é dito como respeitoso e deve ser considerado.

 

 

  1. RESPONSABILIDADE – Assumir a sua parte responsável com a situação ou pessoa em um conflito é fundamental para uma solução efetiva (sábia). Quando nos colocamos em uma posição de “apontar” os erros, criticar ou julgar que somos o “dono da razão” afasta o outro lado e como consequência a harmonia. Responsabilidade é a sua HABILIDADE DE RESPOSTA sob suas escolhas…. Quanto mais responsabilidade assumimos olhando para nós mesmos, mais próximo ficamos do outro e das situações. Respondermos pelas nossas ações e comportamentos é um alinhamento ao nosso caráter.

 

  1. HUMILDADE – Esteja atento para o forte apego que você tem à necessidade de ter a razão. O nosso EGO é o principal personagem de qualquer conflito, onde todos querem ter a razão do que ser feliz. Não existe certo e errado em nossas vidas; na verdade, ambos os lados têm seu ponto de vista, basta nos abrirmos para soltar o “apego” que a “nossa” forma é a melhor. Perguntar para o outro: Como podemos encontrar uma solução que atenda essa situação, pode ser uma boa saída…. Avaliando todos os lados e chegando em um comum acordo.

 

 

  1. ATENÇÃO – Ficar atento no presente, e no aqui e agora. Muitas vezes nos prendemos nos acontecimentos do passado, e com base neles, aumentamos as nossas crenças. Em outros momentos vamos para o futuro, e enchemos a nossa vida de sentimentos de ansiedade. O presente é um PRESENTE, e estar no AQUI E AGORA é essencial para administrar todos os conflitos…. Inclusive os nossos próprios conflitos internos.

 

  1. EMPATIA – Pratique a atitude de colocar-se na pele do outro. Observe de onde provêm as opiniões, sentimentos, emoções e pontos de vista que defende…. Se colocar na pele do outro é uma forma inteligente do olhar para um conflito de forma ampla. Que aspecto tem o conflito visto do lado de fora? Como é experimentar olhar com os olhos do outro, e juntos avaliarem a melhor forma de resolver uma situação?

 

  1. EQUILÍBRIO EMOCIONAL – Experimente “concordar e não discordar”. Em muitos casos esta é a solução mais equilibrada. A verdade é que os dois lados acreditam em seus pontos de vista, do contrário não estariam em conflito. Dê ao seu oponente, se possível, tempo para “baixa a bola”, mas se você tiver equilíbrio emocional suficientes para lidar com essa situação, as recompensas podem ser fantásticas. O equilíbrio emocional é das habilidades mais almejadas para ser ampliada e desenvolvida nos tempos atuais…. Se manter sereno e presente de como a situação ou pessoa em conflito pode te escutar de forma mais centrada.

 

 

  1. POSITIVIDADE – Ativar o seu melhor internamente é olhar para tudo como algo bom, mesmo no meio de um conflito. Colocar um estado emocional otimista nas adversidades cotidianas, se tornou um diferencial nas relações profissionais, pessoais e familiares. Tenha em mente que sempre há uma “intenção positiva” por trás do ponto de vista, ação ou crença de uma pessoa, por mais desafiador que seja para você observar isso no calor das emoções. Investigue qual é a intenção positiva que o outro lado defende tanto.

 

 

  1. GENTILEZA – Ter uma ação nobre, distinta e amável é uma qualidade muito poderosa. Gentileza tem a ver com amabilidade, cordialidade e cortesia…. Todos nós apreciamos sermos tratados desta forma. Naturalmente ativamos no outro a capacidade de perceber uma necessidade de retribuir o que está recebendo. Quando estiver resolvendo um conflito com uma pessoa, fale com o coração e seja gentil. Não programe demais em sua cabeça o que vai dizer, apenas deixe que as palavras venham do seu coração…. Se permita ser guiado e mantenha-se em um estado de fluidez, saindo do julgamento e do ego, naturalmente damos espaço e abertura para que a verdade venha à tona.

 

 

3 CHAVES DE OURO

 

 

  1. Aceitação – Todo conflito faz parte da vida. Evitá-los quando possível faz parte, mas cuidado para não fazer disto uma “fuga”. O modo honesto de lidar com os conflitos e relações é conduzi-los abertamente.

 

  1. Mudança – O que está vindo à tona requer uma mudança, e muitas vezes o conflito reflete no desconforto de mudar algo que já dá indícios que não funciona mais. Se abra para MUDAR!

 

  1. Desapego – Está na hora de soltar o velho para que entre o novo…. Nada é eterno e a ordem natural da vida nos leva para este caminho de evolução e aprendizagem. Abrimos mão das nossas crenças limitadoras que trazemos como verdades absolutas segundo nossas experiências anteriores, e isso não quer dizer que vai continuar dando resultado. Faça coisas novas para obter RESULTADOS DIFERENTES!

 

Boa sorte e Seja Feliz!