4 Dicas para evitar a auto sabotagem

A auto sabotagem está presente em nossas vidas há algum tempo, e na maioria das vezes não estamos conscientes de como ela encontra uma forma sutil de “puxar o nosso tapete”.

Isso implica em irmos contra nós mesmos, e entramos em um verdadeiro “embate” interno para administrar nossa própria “negatividade”… Porque sim, nós produzimos muita “negatividade” quando estamos nesse comportamento.

Auto Sabotagem

É como uma parte nossa que está inconsciente, mantém uma baixa autoestima de não nos reconhecermos dignos e merecedores de vivermos uma vida harmoniosa e satisfatória. Essa observação e tomada de consciência geralmente não é muito fácil de identificarmos, e para isso o autoconhecimento é fundamental.

Nossos padrões de crenças e comportamentos se manifestam constantemente em nossas vidas, que “achamos” que isso faz parte de nós… Isso não é verdade. A auto sabotagem é como um hábito adquirido. Hábitos são comportamentos ou atitudes que repetimos frequentemente de forma natural, automática e espontânea.

Quando um comportamento ou atitude se torna um hábito em nossas vidas é sinal que ele se instalou em nosso subconsciente e a partir deste momento passam despercebidos, sem chamar a atenção da nossa mente consciente. Você se auto sabota sem perceber.

É isso que acontece no processo de auto sabotagem, quando simplesmente não conseguimos perceber o que é que está nos atrapalhando. É por isso também que é mais fácil vermos a auto sabotagem das outras pessoas, do que identificarmos a nossa própria.

Você deve estar se perguntando: E como faço para identificar esses comportamentos em mim?

Quando não conseguimos identificar esses comportamentos sozinhos, pedir auxílio ou feedback de pessoas próximas ajuda muito, mas a mais efetiva é através do autoconhecimento. Observe que nesses comportamentos existem uma “dor” associada imediata, pois o prazer só virá lá na frente…

Enxergamos um benefício aparente em “sofremos” com algo, para mantermos uma crença interna de “não merecimento” de viver uma vida feliz e harmoniosa.

Alguns exemplos de comportamentos para sua reflexão e observação são: Sentimento de inadequação, perfeccionismo de querer tudo da forma como você acha que é o “certo”, dúvidas da sua capacidade, insegurança, rigidez, submissão, crítico ao extremo, cria obstáculos para resolver coisas simples, escolhe ter a razão em tudo, não se abre a escutar e ter um bom diálogo e cria muitas fantasias que tira a realidade da sua visão.

Está na hora de mudarmos a nossa autoimagem e nos permitirmos viver uma vida mais alinhada com o que realmente é essencial você não acha?

Aqui vão umas dicas para iniciarmos essa caminhada:

1. Peça um feedback ou procure uma ajuda profissional para identificar com clareza seus comportamentos auto sabotadores;

2. Responda as 3 perguntas abaixo para identificar o que mais vai te apoiar:

· Como posso associar um prazer imediato à determinada atividade, para que eu queira prosseguir com ela de maneira disciplinada e motivada?

· Que prazeres posso ter diariamente com essa atividade?

· O que devo fazer para ter mais prazer em todas as minhas atividades?

ü Respondendo essas perguntas você pode encontrar o caminho para vencer a auto sabotagem e ganhar algum tempo para desenvolver sua autodisciplina, que vem acompanhada de força interior, enquanto você avança com as atividades rumo ao objetivo desejado.

3. Você tem clareza do que realmente quer em sua vida? Relacione em uma folha de papel uma lista de itens (materiais e experiências) que você quer para você e sua vida.

4. Coloque AÇÃO e MOVIMENTO em tudo que você precisa fazer, e faça isso AGORA!

Ouse ser LIVRE e se AME em primeiro lugar!